“Amor em Sampa” – Uma divertida comédia em que cada um busca seu sonho, o amor e a felicidade do seu jeito.

O Cinema Nacional está cada vez mais inusitado, apostando na exibição de histórias paralelas. Desta vez, a explosão de sentimentos acontecerá na maior metrópole do Brasil.

Amor em Sampa

Dirigido por Carlos Alberto Riccelli e Kim Riccelli, estrelando Bruna Lombardi, Rodrigo Lombardi, Eduardo Moscovis, Mariana Lima, Tiago Abravanel, Miá Mello, Marcello Airoldi, Kim Riccelli, Letícia Colin, Bianca Müller e Carlos Alberto Riccelli. O longa “Amor em Sampa” trata-se de uma divertida comédia, onde retratará cinco histórias de amor entrelaçadas que terão como cenário a cidade de São Paulo. A proposta da película é percorrer pela intimidade das relações, nos corações ansiosos por um novo amor e desejos conectados na busca da concretização de todos os sonhos.

A modelo Lara se enrosca com o taxista Cosmo, mas ela quer mesmo é um marido rico. O super fashion Raduan quer casar com o enrustido Ravid, mas antes exige que ele assuma a relação. Carol e Mabel, duas amigas aspirantes à atriz, disputam um papel na peça e na cama do diretor Matheus. O ambicioso Lucas tenta seduzir a rica empresária Aniz, mas ela prepara um contragolpe. O publicitário Mauro quer mostrar para Tutti que a paixão ainda é possível e que com o amor, até uma cidade pode mudar.

O longa está previsto para estrear em 25 de Fevereiro de 2016.

Confira do Trailer:

“Apaixonados” -Uma história sobre os desencontros da vida e seus encontros impossíveis.

O carnaval acabou, mas a folia promete permanecer por mais um tempo em nosso meio através dessa aposta inusitada do cinema nacional que será o filme “Apaixonados”.

apai

Dirigido por Paulo Fontenelle e distribuído pela H2O Films, o longa que tem como slogan: “Quem Nunca Viveu Uma História de Amor no Carnaval?” – terá como enredo a vida de três casais que, por uma força do destino, se encontram e se unem em pleno Carnaval do Rio de Janeiro.

Cássia (Nanda Costa), uma porta bandeira, e Léo (Raphael Viana), um jovem médico, se encantam depois de horas juntos, presos em um elevador. Só que ao saírem de lá percebem que não tem o contato um do outro.

Soraia (Roberta Rodrigues) e Hugo (João Baldesserini) se veem num bloco de rua, mas ela é da comunidade e ele um homem rico e mimado.

Uítinei (Evelyn Castro), uma divertida vendedora de cerveja se apaixona por Scott (Danilo de Moura), um gringo que odeia carnaval e faz de tudo para ir embora do Brasil no meio da folia.

A película desenvolverá as histórias paralelamente, mostrando os diversos conflitos vividos pelos personagens e a tentativa de ficarem juntos – tendo como cenário a maior festa do Brasil.

O elenco contará ainda com a participação de Lidi Lisboa, Paloma Bernardi, Roberto Bonfim e Zezeh Barbosa. A estreia do filme está marcada para 03 de março deste ano.

Confira o trailer:

 

 

‘O Diabo Mora Aqui’ | Produção nacional baseada em lendas urbanas

o-diabo-mora-aqui-fostering
Cartaz de ‘O Diabo Mora Aqui’

Produção nacional assinada por Marcel Izidoro, ‘O Diabo Mora Aqui’ é mais uma aposta de terror brasileiro, gênero ainda pouco investido no Brasil.-

A trama envolve quatro jovens que vão passar as férias em uma casa de campo. Lá, descobrem a história perversa do Barão do Mel (Ivo Müller), um antigo senhor de escravos conhecido por ter cometido atrocidades com os negros. Uma destas histórias ainda assombra a casa até hoje: um bebê recém-nascido teria sido usado em um ritual de sacrifício, e sua alma estaria presa no porão. Os quatro amigos tentam despertar os fantasmas esquecidos, pensando se tratar apenas de uma brincadeira. Logo, são confrontados às consequências de seus atos.

O longa é adaptado de uma obra transmídia chamada Urbania. Como base para o projeto, Izidoro pesquisou durante doze anos temáticas envolvendo lendas urbanas e mitologia brasileir:

“Nós trabalhamos com duas lendas urbanas: O Negrinho do Pastoreio e o Bebê Diabo do ABC, uma lenda da região industrial de São Paulo. Alguns personagens deste filme, tanto os que morreram quanto os que sobreviveram, estarão de volta nos próximos projetos, fazendo parte de outras lendas urbanas bem conhecidas. A gente queria abordar questões tipicamente brasileiras, como o passado escravo e as culturas afrodescendentes. A ideia era ter um senhor de escravos, não como uma figura boazinha, mas um personagem do mal”, disse Izidoro em entrevista para o site AdoroCinema.

329245.jpg-c_620_260_x-f_jpg-q_x-xxyxx
Elenco de ‘O Diabo Mora Aqui’. Em destaque o produtor Marcel Izidoro. (foto: reprodução)

‘O Diabo Mora Aqui’ ainda não tem data de estreia definida nos cinemas brasileiros.

‘Chatô – O Rei do Brasil’ estará disponível na Netflix

A produção nacional Chatô – O Rei do Brasil’ será disponibilizado no catálogo da Netflix a partir de 20 de fevereiro. Além do Brasil, o filme também ficará disponível no catalogo de outros países como os Estados Unidos e Arábia Saudita a partir de outubro.

Na trama, o magnata das comunicações Assis Chateaubriand (Marco Ricca) é a estrela principal de um programa de TV chamado “O Julgamento do Século”, realizado bem no dia de sua morte. É nele que Chatô relembra fatos marcantes de sua vida, como os casamentos com Maria Eudóxia (Letícia Sabatella) e Lola (Leandra Leal), a paixão não-correspondida por Vivi Sampaio (Andréa Beltrão), como manipulava as notícias nos veículos de comunicação que comandava e a estreita e conturbada ligação com Getúlio Vargas (Paulo Betti), que teve início ainda antes dele se tornar presidente.

No elenco estão presentes Marco Ricca interpretando o personagem principal, Leandra Leal, Andréa Beltrão, Letícia Sabatella, Paulo Betti e Eliane Giardini.

 

CONFIRA TAMBÉM:

CINEMA NACIONAL | O PREMIADO ‘BOI NEON’ ENTRA EM CARTAZ E VALE O INGRESSO

CINEMATECA INDICA: ‘O LOBO ATRÁS DA PORTA’

 

Cinema Nacional | ‘O Último Virgem’

As películas nacionais estão a todo vapor em 2016 e mais um longa brasuca aguarda o dia do seu lançamento que está previsto para 31 de março.

‘O Último Virgem’  é uma comédia que conta a história de Dudu, um jovem que está em seu último ano no colegial e não leva jeito com as garotas. Como ele ainda é virgem, seus amigos Escova (Lipy Adler), Borges (Éverlley Santos) e Gonzo (Christian Villegas), resolvem ajudá-lo conseguir ter sua primeira vez depois que Dudu recebe um estranho convite da bela Debora (Fiorella Mattheis), uma de suas professoras. 

Confira o Trailer:

136135

Muita ação em “Operações Especiais”

Com direção de Tomas Portella, o longa “Operações Especiais” é mais uma aposta do Cinema Nacional em explorar a ação policial.

Operações

Formada em turismo e trabalhando como atendente em um hotel, Francis (Cléo Pires) decide entrar para a polícia civil. Após ser aprovada no concurso, a turismóloga passa a frequentar o curso de habilitação policial, concluindo-o com grande êxito.

A história se passa no mesmo período em que ocorreu a invasão no Complexo do Alemão, onde traficantes de várias favelas cariocas fugiram para cidades periféricas. É o que acontece em São Judas do Livramento, cidade fictícia localizada no interior do estado do Rio de Janeiro, que é acometida por uma onda de crimes. Visando combatê-los, é enviada a unidade liderada pelo incorruptível delegado Paulo Froes (Marcos Caruso), que conta com Francis para integrar a equipe.

Na unidade, Fracis é a única policial mulher e precisará lidar com a desconfiança e deboche dos demais colegas, especialmente Roni (Thiago Martins), além disso, a protagonista enfrentará as dificuldades da profissão, aprendendo a conviver com os perigos inerentes ao ofício até a corrupção existente ao seu redor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Integram também o elenco: Fabrício Boliveira, Fabíula Nascimento, Fabio Lago e Antonio Tabet.

O filme estreou nos Cinemas em Outubro de 2015 e já se encontra disponível no Netflix. Assista o Trailer:

Cinema Nacional | O premiado ‘Boi Neon’ entra em cartaz e vale o ingresso

Na última quinta-feira (14/01) estreou nos cinemas de todo o país o longa nacional ‘Boi Neon’, de Gabriel Mascaro.

20150929-dsc0306_25042014_foto_mateus_sa_0Com uma fotografia lindíssima e com o ator Juliano Cazarré no elenco, o filme conta a história de Iremar, um vaqueiro de curral que viaja o Nordeste ao lado de Galega (Maeve Jinkings) e a pequena Geise (Samya de Lavor). Por onde passa, Iremar recolhe revistas, panos e restos de manequins, já que o seu grande sonho e largar tudo para iniciar uma carreira como estilista no Pólo de Confecções do Agreste.

‘Boi Neon’ é uma produção pernambucana é o primeiro filme nacional autoral de 2016 e que já trás na bagagem dois prêmios importantes: o Prêmio do Júri na mostra Horizontes, do Festival de Veneza e o troféu Redentor de melhor filme no Festival do Rio. O longa foi também muito bem avaliado pela critica especializada. Merece ser visto, vale o ingresso.

470611.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx
Cartaz de ‘Boi Neon’